Catarata

Catarata

Cirurgia de Catarata – O que é?

Catarata é a lente natural do olho opacificada. Temos uma lente dentro do olho chamada cristalino. Essa lente normalmente é transparente e por isso o indivíduo enxerga bem. Quando essa lente (cristalino) fica opaca, o paciente passa a enxergar as imagens borradas ou menos nítidas.

catarata

 

 

 

Cirurgia de Catarata – Qual intervalo de tempo ideal entre a cirurgia de ambos os olhos?

Quando o paciente apresenta catarata em ambos os olhos, o ideal é realizar a cirurgia do outro olho em um curto intervalo de tempo, de modo que a visão final pós cirurgia seja a melhor e mais nítida possível. Ao operar somente um olho, a visão desse olho pós cirurgia será boa, porém como a imagem resulta do foco de ambos os olhos, o paciente ainda verá um pouco “borrado” até que faça a cirurgia do outro olho.

 

 

Cirurgia de Catarata a laser – Até pouco tempo era comum os pacientes acharem que a cirurgia de catarata era a laser, quando na verdade nunca foi a laser mas sim por ultrassom. Agora realmente a cirurgia de catarata pode ser a laser. É opção do paciente, pois os planos ainda não cobrem essa tecnologia. No mundo já existem 800 aparelhos de LenSex. No Brasil ainda são poucos os cirurgiões que dominam a técnica e são poucos os hospitais que disponibilizam essa tecnologia devido ao alto custo. Nós dispomos dessa tecnologia, o LenSex, e o sistema Verion de imagem guiada. O Dr Rogério Horta, cirurgião do Instituto de Olhos Dr Rogério Horta, já realiza cirurgia de catarata utilizando o laser de femtosegundo LenSex desde que ele foi liberado pela Anvisa aqui no Brasil.

Vamos entender: existem 2 aparelhos distintos usados na moderna e avançada cirurgia da catarata- o femtolaser e o facoemulsificador.

O facoemulsificador é bastante utilizado ainda para remoção da catarata. Esse aparelho fragmenta a catarata e aspira a catarata por um sistema de ultrassom. Não é laser. O femtolaser já existe no Brasil há aproximadamente uns três anos e nos Estados Unidos há uns 10 anos. Ele é um laser que realiza algumas etapas da cirurgia de catarata com maior precisão e reprodutibilidade que o facoemulsificador.

O paciente pode optar por realizar a cirurgia de catarata pela facoemulsificação ou pela cirurgia de catarata pela facoemulsificação assistida pelo femtolaser.

Na segunda opção, cirurgia de catarata pela facoemulsificação assistida pelo femtolaser, o paciente primeiro passa pelo femtolaser onde o cirurgião faz a incisão (abertura) de 2,0mm com o laser, faz a marcação precisa da posição da lente intraocular, faz a abertura da cápsula (etapa muito importante para o sucesso da cirurgia ) e fragmenta a catarata. Após essas etapas realizadas com o laser, o paciente passa pelo facoemulsificador onde o cirurgião praticamente só aspira a catarata já fragmentada e implanta a lente intraocular.

https://www.myalcon.com/products/surgical/lensx-laser/

faco e femto

 

 

Cirurgia de Catarata preço – A cirurgia de catarata pela facoemulsificação na grande maioria das vezes é totalmente coberta pelo plano de saúde. O paciente paga o anestesista em alguns casos e depois o plano reembolsa. Por enquanto, a maioria dos plano não cobrem a tecnologia moderna do laser exceto alguns planos internacionais ou seguros saúde. Caso o paciente opte por realizar a cirurgia de catarata pela facoemulsificação assistida pelo femtolaser, ele terá que pagar pelo custo do dispositivo descartável utilizado no laser no valor aproximado de R$ 2.000 a R$ 3.000,00. Quanto à lente intraocular, existem diversos modelos, materiais e finalidades disponíveis. Caso o paciente opte por uma lente premium que proporcione visão para longe, intermediário e perto, além de corrigir o astigmatismo ele deverá arcar com esse custo. Os planos cobrem um valor de até R$ 700,00. As lentes intraoculares bem como todos os insumos utilizados na cirurgia de catarata estão disponíveis no SIMPRO e no Brasíndice que são revistas mensais que contém todos materiais listados e seus preços no mercado.

 

 

Cirurgia de Catarata – Biometria Ultrassônica (cálculo da lente intraocular a ser implantada) – Exame primordial para o sucesso da cirurgia

Palestra apresentada em Londres essa semana, durante o Congresso da Sociedade Européia de Catarata e Cirurgia Refrativa, mostra a importância do cálculo da lente intraocular a ser implantanda durante a cirurgia de catarata. Quanto mais preciso e específico o cálculo considerando características da lente e do olho do paciente, melhor será o resultado visual.

Lembrando que após a lente ser implantada, em raríssimos casos poderão ser explantadas. A escolha é praticamente definitiva. A bometria ultrassônica requer a utilização de aparelho ultra moderno, preciso e calibrado. Além disso, o oftalmologista deve estar atualizado com as fórmulas disponíveis bem como com os tipos de lentes para fazer um cálculo completo personalizado.

 

Catarata e lente intraocular tórica (que corrige o astigmatismo pré operatório)

As lentes intraoculares tóricas corrigem o astigmatismo pré existente. Para a correção precisa, é necessário realizar o cálculo da lente utilizando a melhor fórmula para o caso do paciente.

A lente deve ser posicionada no ângulo correto de modo que o astigmatismo seja corrigido. Com o advento do femtolaser, o qual realiza as marcações do ângulo de forma precisa, tornou-se indispensável para esses pacientes.

 

 

Cirurgia de Catarata

O paciente precisa saber o que deseja como resultado pós cirurgia:

1- somente a remoção da catarata, não importando a qualidade de visão

2- a remoção da catarata com qualidade superior de visão 
3- a remoção da catarata, qualidade de visão, e correção dos vícios de refração: miopia, hipermetropia, astigmatismo

Para aqueles pacientes super exigentes onde 0,50 dioptrias de grau residual pós cirurgia importa, que prezam pela qualidade de visão, esses devem realizar a cirurgia de catarata premium: femtolaser assistido pelo Verion, implante de lente intra-ocular asférica difrativa ou monofocal, e lente tórica dependendo do caso.

 

 

Catarata com o laser de femtosegundo – Maior precisão e segurança

Abaixo a foto maior da capsulectomia (abertura da cápsula para remoção da catarata) realizada com o femtolaser. Percebemos a borda precisa. Acima em azul, a capsulotomia realizada manualmente, muito mais irregular.

Estudo publicado na Arvo conclui que a capsulotomia realizada pelo femtolaser proporciona uma borda mais firme reduzindo o risco de ruptura durante a cirurgia

catarata_01
Novidades
Marque Sua Consulta Agora