Catarata

Foto Catarata

Catarata

O ser humano nasce com uma lente transparente chamada cristalino. Essa lente está localizada no segmento anterior do olho e proporciona visão. Quando essa lente outrora transparente fica opaca a visão passa a ficar comprometida. A única forma de correção é através da cirurgia. Hoje a cirurgia da catarata é assistida pelo Femtolaser, o que proporciona maior segurança e previsibilidade de excelentes resultados.

Cirurgia de Catarata – qual intervalo de tempo ideal entre a cirurgia de ambos os olhos?

Quando o paciente apresenta catarata em ambos os olhos, o ideal é realizar a cirurgia do outro olho em um curto intervalo de tempo, de modo que a visão final pós cirurgia seja a melhor e mais nítida possível. Ao operar somente um olho, a visão desse olho pós cirurgia será boa, porém como a imagem resulta do foco de ambos os olhos, o paciente ainda verá um pouco “borrado” até que faça a cirurgia do outro olho.

 

Cirurgia da Catarata – Biometria Ultrassônica (cálculo da lente intraocular a ser implantada) – Exame primordial para o sucesso da cirurgia

Palestra apresentada em Londres essa semana, durante o Congresso da Sociedade Européia de Catarata e Cirurgia Refrativa, mostra a importância do cálculo da lente intraocular a ser implantanda durante a cirurgia de catarata. Quanto mais preciso e específico o cálculo considerando características da lente e do olho do paciente, melhor será o resultado visual.

Lembrando que após a lente ser implantada, em raríssimos casos poderão ser explantadas. A escolha é praticamente definitiva. A bometria ultrassônica requer a utilização de aparelho ultra moderno, preciso e calibrado. Além disso, o oftalmologista deve estar atualizado com as fórmulas disponíveis bem como com os tipos de lentes para fazer um cálculo completo personalizado.

 

Catarata e lente intraocular tórica (que corrige o astigmatismo pré operatório)

As lentes intraoculares tóricas corrigem o astigmatismo pré existente. Para a correção precisa, é necessário realizar o cálculo da lente utilizando a melhor fórmula para o caso do paciente.

A lente deve ser posicionada no ângulo correto de modo que o astigmatismo seja corrigido. Com o advento do femtolaser, o qual realiza as marcações do ângulo de forma precisa, tornou-se indispensável para esses pacientes.

 

Cirurgia da Catarata

O paciente precisa saber o que deseja como resultado pós cirurgia:

1- somente a remoção da catarata, não importando a qualidade de visão

2- a remoção da catarata com qualidade superior de visão 
3- a remoção da catarata, qualidade de visão, e correção dos vícios de refração: miopia, hipermetropia, astigmatismo

Para aqueles pacientes super exigentes onde 0,50 dioptrias de grau residual pós cirurgia importa, que prezam pela qualidade de visão, esses devem realizar a cirurgia de catarata premium: femtolaser assistido pelo Verion, implante de lente intra-ocular asférica difrativa ou monofocal, e lente tórica dependendo do caso.

 

Catarata com o laser de femtosegundo – Maior precisão e segurança

Abaixo a foto maior da capsulectomia (abertura da cápsula para remoção da catarata) realizada com o femtolaser. Percebemos a borda precisa. Acima em azul, a capsulotomia realizada manualmente, muito mais irregular.

Estudo publicado na Arvo conclui que a capsulotomia realizada pelo femtolaser proporciona uma borda mais firme reduzindo o risco de ruptura durante a cirurgia

Nenhum comentário

Publicar Comentário